quarta-feira, 26 de abril de 2017

Desespero de Lula. Pra evitar Prisão, terá de assumir Crimes.

PT jogou a toalha. Lula, mesmo sem reconhecer explicitamente, também demonstra aceitar fim da linha.
Leo Pinheiro e Palocci decretaram fim irreversível.  Hora de pensar em negociar. Delação é a saída.


Morcego  (***) garante:
Negociações em andamento.
Lula percebeu o apodrecimento dos seus métodos. A blindagem do Rabo Preso desmoronou, chantagens perderam força e não há mais controle da máquina, com favores a barganhar.
Fim da autorização de Confisco Arbitrário Sindical e corte de propinas estrangularam fluxo de caixa.
Com a perda de força deixa de ser bom negócio. Patrocinadores somem e Aliados se afastam.


Moro agora possui provas documentais. Não há mais como negar.
Advogados se tornam repetitivos, inseguros e caem em contradição.
Sair do País em nada ajuda. Considerado foragido, entraria na Lista da Interpol.
Pedido de Asilo o tornaria um presidiário a Céu Aberto a espera da morte.
Única saída é a delação.  Tem muito a revelar e conseguiria em troca Liberdade Plena.
Perfeito não fosse o detalhe.
- Obrigação de confessar publicamente seus crimes e detalhar como, quando e onde foram realizados.


FICO IMAGINANDO A CENA.

Lula sem máscara, humilhado, sem encarar as pessoas, quase sussurrando, repetindo sim senhor, não senhor, sob olhares incrédulos e "lacrimejantes" de Militantes, em busca de buracos pra esconder a vergonha, de ter dedicado a vida, em defesa de um psicopata.

Antídoto serão imagens aéreas sem corte, evidenciando o vazio entre os presentes.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.
Prestigie quem nos apoia.
Clique nas mensagens dos Patrocinadores.
Conheça seus produtos.
A cada clicada um incentivo, para continuarmos na luta por um País livre de questões não muito claras e de Pragas impregnadas na Sociedade Tupiniquim

Nenhum comentário:

Postar um comentário