quinta-feira, 27 de abril de 2017

Grêmio; tudo errado? Não. Mas tem Teimosia.

FALEMOS DE GRÊMIO:

Grêmio 4x1 Guarani
Local: Arena
Gols: Barris (3), Geromel (Leo Moura contra)
Grêmio:
Grohe,  Leo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira. Jailson, Ramiro, Luan (Lincoln), Bolanos, Barrios e Pedro Rocha.
Jogo de Libertadores ou pelada de churrasco?
Concordo com desabafo de Renato, mas só até a página 2.
Perder sinal de tudo errado?
Claro que não!...
Acertos saltam aos olhos.


Ramiro recuperado. Jogando muito.
Bolanos bem aproveitado, mostrando sua bola.
Geromel e Kannemann deslancharam.
Leo Moura chegou chegando.
Trabalho mostrou evolução...
Porém!!!.


Grêmio na primeira fase da Libertadores.  Acredito na classificação e aí vem a contradição "Renateana".
Mesmo que atropele nos próximos   jogos da Copa, Pedro Rocha continuará sendo limitado, não tendo porquê razoável pra status de titular absoluto.
Grêmio é muito grande pra depender de raros lampejos.


Marcelo Oliveira continuará em situação inexplicável.  Não tem bola nem pra fazer parte do elenco, o que dirá ser titular intocável.
Barrios tem de ser titular. Diferente de Pedrito, sabe fazer gol.
Mesmo em noite inspirada é substituído, mase o Rocha na do Tio Rei, só sai se for expulso.
Everton, Cortez, Lincoln, Max Rodrigues, entre outros, não são tratados de forma igualitária pelo treinador, deixados de lado em nome do garantir Bruxos.
Luanda é preguiçoso, lento, irregular. Joga  quando quer.
Concentrações exageradas, invenção do "Treineiro" criam insatisfação entre atletas.
Renato continuará fechado em sua teimosia, não ouvindo ninguém, orquestrado por ego incapaz de aceitar hipótese de estar errado.
Treinador se ilude ao imaginar ter grupo na mão, afirma Morcego (***).
Possui atletas obedientes e resignados, o que é bem diferente, principalmente quando se pensa em "produtividade".
Clima atual do vestiário deixa atletas decepcionados.
Não berram, mal dar o algo mais,  comer grama, tesão por vitória,  pode esquecer.
Coloco-me no lugar deles. Não dá pra criticar.


Eis o tricolor 2018.
Bom elenco. Chances de se tornar competitivo. Acertos visíveis, mas com erros capazes de tirar qualquer possibilidade de sucesso.
Se Portaluppi teimar em não rever conceitos, o ano promete ser doido.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.
Prestigie quem nos apoia.
Clique nas mensagens dos Patrocinadores.
Conheça seus produtos.
A cada clicada um incentivo, para continuarmos na luta por um Grêmio livre de questões não muito claras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário