domingo, 6 de agosto de 2017

Criança Esperança; Filantropia Remunerada. "Plin Plin"



ESPERANÇA TEM PREÇO 


Morcego (***) define em números o lado obscuro do Criança Esperança; 46,32.
No popular; a cada Real doado, 46,32% ficam para "Representantes" do Governo, Cia Telefônica e Rede Globo.



Dinheiro limpo, custo Operacional zero; possível por vir de mão de obra não remunerada, isenção total de taxas, impostos ou entraves burocráticos e amparado por patrocínio pesado.
Parcela maior do arrecadado vem de Grandes Empresas, sendo um excelente negócio.
Garante visibilidade pra Marca. "Merchan" de alta penetração e sem custo, sendo absorvido em descontos em Impostos devidos.
Totais vultuosos creditados e divulgados sob holofotes, dando credibilidade ao Evento e engrossando o arrecadado.
Desvio ocorre nas "pequenas" doações via telefone; conta gotas com resultados astronômicos.
Valor direcionado a cada envolvido não revelado. Globo recebe fatia maior, seguida pelo "Governo".
Maracutaia acontece no ato da ligação, só sendo possível com intervenção da Operadora de Telefonia; não à toa ser sempre a "OI".
A cada R$ 1, apenas R$ 0,5368 são computados e repassados à UNESCO, depois de cansativamente divulgados.
Ganho paralelo nasceu menor, mas foi encorpando com o crescimento da Campanha.
Perda de receita com o fechar de torneiras na queda do PT, (Rouanet, BNDES, Patrocinios Oficiais e outras mamatas), abre janela pra abocanhar mais da gorda fatia da Esperança, caso desapareça a Esperança de sucesso, da desesperada Campanha Fora Temer, Volta Lula, posta em prática de forma explícita e suicida.


Denuncias de benefícios fiscais  multiplicaram no passar dos anos. Investigações se sucederam e nada encontrado; a genialidade do Simples.
Órgãos Reguladores conhecem valores a serem creditados em cada ligação e é aí o ponto "G" orgásmico dos beneficiados. Sistema programado com vertente eletrônica automática de Caixa 2, desvia valores a céu aberto, enquanto fiscais olham para outro lado.
Nada sofisticado; técnica similar ao ilusionismo. Usam  obsessão por cifrões pra cegar.
Enquanto reles mortais se surpreendem com grandiosidade dos resultados, de forma inconsciente concentram sentidos em destino de valores creditados. Esquecem de contabilizar ligações recebidas; 46,32% delas são literalmente desconsideradas.


Criança Esperança tem seu lado positivo.
Negar o bem realizado à muitas crianças e comunidades carentes seria grande sacrilégio.
Valor total do oficialmente declarado como arrecadado é revertido às crianças, mas montante é bem aquém do doado.

Graças ao Poder de mobilização da Campanha, cifras atingem patamares impressionantes, bem acima da realidade de outros eventos, camuflando o desviado.
Em se confirmando denúncia, mesmo diante dos benefícios, Campanha resumiria o mais baixo dos golpes.
Usa da Credibilidade de artistas famosos, pra manipular a bondade de milhões de Cidadãos, tendo como pano de fundo a miséria e abandono de crianças desafortunadas, com clara finalidade de vantagem financeira.


Se houvesse crime perfeito, estaríamos diante de exemplo digno de registro. Impossível fiscalizar desvio de quantia não existente.
Valor só se materializa quando oficializado. Após o parto ele tem seus passos 24 horas fiscalizados . A partir do tapa e do choro, tem vida ilibada e dentro do que se propõe; drama ocorre na gestação.
Como punir crime  cometido ainda no útero?
Sofisticado; não fosse macabro.

Criança Esperança.  Envolvimento de milhões, para beneficiar milhares e enriquecer meia dúzia.
E agora?
Estaríamos diante de uma dúvida cruel?
Ruim com ela, pior sem ela?
Vale participar em nome das realizações,  desconsiderando desvios?
Apoio deve prosseguir em nome do "rouba, mas faz"?
Conceitos Morais permitem punir quem realiza Trabalho capaz de mudar a vida de tantos?
Seria caso de punir ou apenas esclarecer?
Criança Esperança arrecada "Y", investe "Z" no Social e seus Organizadores ganham "X"; nada tendo de Filantrópico, muito pelo contrário.
Evento colocado entre as principais Fontes de Capitalização da "Plin Plin", na insana luta diária,  de manter a estrutura inchada  e onerosa.
Envolvimento gratuito de Cerebridades de altos "caches", digno de Aplausos até a página 2. Maioria sabe que ali estão, pra garantir seusua bem remunerados contratos.

Questão de Opinião Pessoal; cada um tem a sua.
Sofá di Pobre usa do direito do não entrar no mérito ou  engrossar o conflito verdade ou boato.
Limitamos participação no veicular, diante da gravidade da questão.
Investigar, questão policial; doar ou não, vai de cada um.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.


Obrigado por prestigiar nosso Trabalho.
Ajude-nos a continuar.
Torne-se um Seguidor do Sofá.
Ao acessar clique nas postagens dos nossos Patrocinadores

Nenhum comentário:

Postar um comentário