sábado, 5 de agosto de 2017

Litoral Gaúcho - Estamos correndo riscos de morte em Tramandaí e Imbé?

Sofá di Pobre tem publicado várias matérias apontando sérios problemas no Litoral Gaúcho.
Moradores locais e veranistas, não todos, vem nos agredindo de forma ecplicita; vão de mudar pra outro local a por em cheque credibilidade das fontes e informações.
Morar em outro local?
Sofá é uma equipe e moramos em regiões diversas.
Acreditamos ser a crítica construtiva Exercício de Cidadania.

Entre as denúncias,  veiculamos o revelado por Tavares Jerry Adriano, Cidadão atento e um dos grandes colaboradores Sofá,  sobre precária situação da Ponte do Rio Tramandaí; hoje no JA, RBS deu ênfase à situação de abandono e os riscos à população.
Agora os "críticos" de plantão certamente pensarão duas vezes.
Queremos o melhor é se calar diante do mal feito, no nosso entender, é  ser conivente, nada acrescentando.
Desejando saber o que a "Grande Midia falou sobre, pesquise G1/JA.

Aceitamos contrapontos. Respeitamos opiniões contrárias, mas pedimos que evitem o atalho do desqualificar, apenas por discordar ou se sentir prejudicado de alguma forma...

Segue o postado por nós em 05/08/2017, alertando a Comunidade sobre mais um deslise, que a maioria adora brincar de ignorar.

Ponte limítrofe entre Tramandaí e Imbé. Histórica; faz parte do folclore local, imagem consolidada com seus Pescadores de Sardinha.


Vital para circulação de veículos entre Tramandaí e Imbé, principalmente no veraneio.
Vista como insuficiente; segunda ponte se faz necessária, sendo impossível conceber razões que prorroguem construção de uma nova alternativa pra dividir o fluxo crescente.
Engarrafamento na Temporada torna-se caótico. Só com ela, inferno pra quem busca relaxar nas férias. Sem ela não dá pra imaginar o que seria.






Centenas de "clics" já dediquei à ponte. Vejo nela uma beleza só sua. Nada de tirar o fôlego, mas de um charme com força de conquistar.
Imaginava conhecê-la. Impressionante como detalhes importantes passam desapercebidos aos nossos olhos.
Usuário, frequentador e admirador, precisei que Tavares Jerry Adriano em seu perfil Facebook, me despertasse para um lado obscuro, perigoso e de certa forma criminoso.
Questão foge da picuinha política ou de se descobrir alçadas e responsáveis. Reparem fotos abaixo e nos ajudem a cobrar posições.
Moradores e veranistas exigem garantias. Falamos de Segurança da População; preservar vidas e integridade física de usuários, o mínimo que se espera de autoridades constituídas..
Alguém tem de vir a público e dar garantias. As imagens são assustadoras.


Imagem 01

Se essa for a realidade da estrutura, pouco importa saber se é questão de DNER, Estado, Federação ou Municipal; exigimos obras, não remendos desse nível.


Imagem 02

Na minha casa chamamos de gambiarra, relaxamento e falta de respeito. Posição se solidifica ao lembrarmos, que falamos de Ponte onde transitam milhares de pessoas inocentes e desavisadas.


Imagem 03

Com a palavra as autoridades.
Se está pronta pra cair, nos falta conhecimento técnico pra afirmar. Situação exige presença de Laudo Oficial dando garantias, com assinaturas de quem garante ou obras emergenciais.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.


Obrigado por prestigiar nosso Trabalho.
Ajude-nos a continuar.
Torne-se um Seguidor do Sofá.
Ao acessar clique nas postagens dos nossos Patrocinadores


2 comentários:

  1. Se nós temos algo construído e com uma gambiarra destas aí não falta um fiscal para multar e embargar a obra.

    ResponderExcluir
  2. Tem algo estranho no ar.
    Difícil identificareparação, mas bom senso e Administracoes Imbe/Tramandaí, não formam casal

    ResponderExcluir